Uso de marca como palavra-chave no Google. Concorrência desleal

A 2ª Câmara Reservada de Direito Empresarial do TJ de São Paulo, em sede de análise preliminar de recurso de agravo de instrumento, manteve a concessão de tutela de urgência concedida a fim de proibir o uso de marca como palavra-chave pelo Google e pelo Mercado Livre. O Relator do caso chamou atenção para o fato de que, pelo menos em sede de cognição sumária, há uso parasitário de marca, o que, em princípio, indica prática de concorrência desleal.

Para acessar a íntegra da decisão favorável ao nosso cliente, clique no link a seguir: Decisão liminar em recurso interposto pelo Google

Posted in DECISÕES JUDICIAIS and tagged , .